0%

Semana do Golpe: 3ª feira – As cobras do Senado e Janaína, a loka

Posted By: shanawaara On:


P_20160904_185853

30.08.16 – Subindo a Consolação de busão, me lembro que ontem, a rua tava parecendo um cenário de guerra com fogo e lixo espalhado por todos os lados. O povo segurando a marimba, mona mour. O relógio marca 4h20 antes deu entrar na Paulista. Ai minha xavasca. To atrasadx pro encontro com Igor e Will. Se não chegar a tempo, nossa amizade não deverá resistir. Chego no MASP e não encontro nenhum dos dois.

Compro poesias de um poeta em troca de moedas. Igor chega. Conversamos um pouco e mostro as vejas que peguei no consultório da minha proctologista. É necessário estarmos bem informadxs nesse momento de desobediência civil. Saio para comprar vinagre no extra da Brigadeiro, ingrediente básico para a revolução. Encontros e olhares na Paulista até que puxo conversa com umas minas que dão a ideia de jogar cola, purpurina e penas nxs trabalhadorxs militarizadxs, vulgo, PM. Uhhhhh. Imagina que performático. Essa revolução é estética. Sempre bom pensar em como queremos sair nas fotos da Imprensa Golpista. PM pintada de arco-íris é mara!

Semana passada, ouvi a Laura das Jornalistas Livres explicar o porquê esse golpe é midiático. A revolução não será televisionada, mas o golpe tem cobertura ao vivo no Jornal Nacional com direito a leitura dramática de grampos telefônicos da presidenta by William Bonner. Por falar nisso, Fátima e William anunciaram a separação no dia do Golpe Parlamentar. Inacreditável o momento escolhido… Será que quando a cabeça do Temer estiver a prêmio, Angélica e Huck vão anunciar um triângulo amoroso com Aécio Neves? As golpistas sempre se superando. 

Volto ao MASP e logo começa a manifestação que segue até a Praça Roosevelt pela Augusta. Ai meu coração. Secundaristas encabeçando o movimento… Essa molecada teve a melhor formação política dos últimos anos no Brasil. Conseguiram derrubar o Secretario da Educação do PSDB. Agora querem mais. Sempre tive a sensação que bomba de gás lacrimogênio vicia.

Acho que não rolou nenhuma confusão durante o trajeto. Fim da caminhada e a negociação com a PM para seguirmos até a Barão de Limeira. A missão final: escracho na folha golpista de são paulo. As bastilhas devem ter a integridade assegurada pelo Estado e as bombas começam no centro da cidade.

Nem vi nada de novo. Quando dei por mim, tava correndo tentando respirar em meio ao gás lacrimogênio que tomava a República. Sigo com o casal de novxs amigxs punks que estavam vendendo breja durante a manifestação. Pixadorxs, maloqueirxs, esfaqueado, vida loka. Ficamos assistindo uma sapatão tocando repertório sapatão num bar na Barão de Itapetininga.

Ainda seguimos até a folha, mas tinha muita polícia na rua. Melhor não dar motivo. A Justiça está interrompida. Voltamos em direção à Roosevelt. Parece que as bombas ainda seguiram em outras ruas do centro. Estou cansadx. Na certeza que nos veríamos no dia seguinte, eu e o casal punk nem trocamos contato. Ainda estava inebriado pelo encontro com Will e Igor.

Quarta-feira chega e não tinha dado conta que, no dia da consumação do Golpe, amanhã seria realmente maior. Impossível se encontrar. Não mais nos vimos… Minha memória me traiu e já não lembro o nome deles. Boa vida procêis, guris. Tenho certeza que será incrível nosso reencontro na hora em que tiver que ser…


Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Play Cover Track Title
Track Authors